Portal da Prefeitura de Matão
Secretaria de Educação e Cultura

Estação ferroviária recebe vistoria para projeto de restauração e revitalização

06/11/2017

Na terça–feira (31), o prefeito José Edinardo Esquetini se reuniu com os engenheiros civis José Eduardo Quaresma e Gerson De Marco, ambos da Projemat, para discutir a proposta de revitalização da estação ferroviária. Na oportunidade, estiveram presentes ainda o secretário de obras, Carlos Hasselaar, o diretor do Departamento de Cultura, Júlio Cesar Ribeiro, o diretor de Difusão Cultural, João Bento (Cucão), bem como o assessor de projetos, Lourivaldo Maciel.

A visita técnica objetivou verificar as reais condições dos prédios da antiga estação ferroviária. Na ocasião, foi confirmada a necessidade de análise dos segmentos de estruturas, telhados, hidráulica, esgoto, iluminação, bem como a parte histórica do prédio. Os engenheiros presentes no local também fortaleceram a necessidade de inspeção nas dependências do prédio para tomarem ciência acerca da real situação em que se encontra o prédio. Posteriormente, deve ser apresentado o projeto de revitalização.

José Eduardo Quaresma esclareceu ainda que o conceito de restauração envolve o trabalho com uma estrutura já existente degradada pela ação do tempo e que, contudo, necessita ser recuperada. Já a revitalização consiste no processo de restauração se torna acessível ao público.

Assim sendo, é possível entender que há dois projetos em um único com o objetivo: resgatar a memória histórica da estação e devolvê-la aos munícipes para finalidades múltiplas. Prever o tempo também é prematuro, uma vez que há muitas demandas.

O diretor do Departamento de Cultura, Júlio Cesar Ribeiro, esclarece que a intenção da visita foi de organizar uma planilha orçamentária dentro dos padrões da Fundação para Desenvolvimento da Educação (FDE) e da Companhia Paulista de Obras e Serviços, objetivando assim a inscrição do projeto de revitalização assim que ocorrer a abertura do edital do Fundo de Interesses Difusos (FID) do Estado de São Paulo. “Faremos essa tentativa para possível vinda de recursos financeiros em uma etapa inicial do projeto, que consiste em obras de engenharia civil. Caso os recursos não sejam suficientes, tentaremos também outras fontes, tais como as emendas parlamentares e leis de incentivo fiscal”, frisa Ribeiro.

A importância histórica desse projeto, segundo o prefeito Edinardo Esquetini, é o resgate da história. “Precisamos preservar a memória, pois um município, estado ou país que não possui memória, não valoriza suas conquistas e evolução. É preciso lembrar que os trilhos, a estação, toda essa estrutura viária foi a mola propulsora da economia local. Todo tipo de maquinário aqui produzido no passado por empresas como Baldan, Marchesan e Bambozzi inicialmente eram transportados pela ferrovia. O desenvolvimento de nossa cidade passou por aqui. Nesse sentido, é preciso dar vida novamente a este local e transformá-lo em local de convívio histórico, cultural e social para nossos munícipes. Por esta razão, estamos nos empenhando e buscando parcerias diversas para resgatar uma parte da história de Matão, estando o mais próximo de suas características originais”.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Mais Acessados