Aluno do CAJU recebe equipamento da ADEVIMA para melhoria dos estudos em casa

Aluno do CAJU recebe equipamento da ADEVIMA para melhoria dos estudos em casa

Um dos alunos da escola EMEF. “Prefeito Celso de Barros Perche”, no CAJU, recebeu um equipamento para a melhoria dos seus estudos ofertado pela Associação de Deficientes Visuais de Matão (ADEVIMA). O estudante Lucas Silva de Jesus possui baixa visão, e devido a este comprometimento que dificulta a leitura do material didático, foi entregue a ele uma escrivaninha, uma TV de 42 polegadas e uma lupa mouse que amplia e transfere imagens e textos para o monitor.

A entrega foi realizada em sua residência sob o acompanhamento da diretora da unidade de ensino, Celimara Avelino, da diretora do Núcleo de Atendimento Especializado NAE/LUME, Renata Bezerra dos Santos e do presidente da ADEVIMA, José Dercino Bertolaia. Ele também recebeu um caderno com linhas ampliadas, borracha e lápis adequados.

Quero agradecer a ADEVIMA, entidade que tem um trabalho fundamental em Matão e também a sensibilidade e amor dos nossos profissionais que não medem esforços. Aproveito para parabenizar ao Lucas, um menino valioso que independente das circunstâncias sabe o valor da Educação em sua vida”, disse o prefeito Adauto Scardoelli

Assim como seus colegas de classe, atualmente, Lucas acompanha as aulas de forma remota em sua casa. Como neste ano os livros não são digitais, os professores avaliaram as necessidades e foram a procura de mecanismos que garantissem a continuidade e qualidade do ensino. Foi quando os educadores e a equipe do NAE/LUME entraram em contato com a entidade que prontamente disponibilizou o equipamento.

Quando identificamos alguma situação como esta buscamos meios para atender e estimular a criança, mas o Lucas é muito especial e tem consciência da importância dos estudos em sua formação. Isso nos enche de orgulho e muita alegria”, afirmou a diretora do CAJU.

Dedicado aos estudos, o aluno que tem como matéria preferida a Matemática, já sonha com o futuro profissional e se dedica desde agora para ser médico. Segundo a mãe, a baixa visão não é motivo que o impeça a buscar conhecimento. “Ele não encara isso como obstáculo ou desculpas, e tenho a certeza que vai alcançar seus sonhos através do estudo. Agradeço aos profissionais da Prefeitura de Matão, educadores e a entidade pela atenção ao meu filho”, disse Mariza Rosa da Silva

Quando as aulas da rede pública retornarem em forma presencial, outro equipamento como este será providenciado pela entidade e instalado na sala de aula para o estudante.

Compartilhe
Notícias Relacionadas

Confira as vagas do PAT

• Vendedor externo E-mail: rh@invistanet.com.br Com experiência 1 vaga •...

Acesso Rápido