Colheita farta na horta da EMEF Profª Helena Borsetti vira exemplo pedagógico

Colheita farta na horta da EMEF Profª Helena Borsetti vira exemplo pedagógico

Uma verdadeira beleza em tons de verde, amarelo, vermelho e marrom. Essas são as cores que marcaram o ano de 2022 da EMEF “Profª. Helena Borsetti do Distrito de São Lourenço do Turvo. Isso porque essa comunidade escolar desenvolve o projeto pedagógico “Horta na Escola”.

Esta “beleza de horta” foi preparada por um funcionário contratado pela Prefeitura Municipal, que possui conhecimentos sobre o assunto, com a participação dos estudantes, professores e demais educadores da escola. Os canteiros repletos de legumes e verduras, sendo alface, couve, almeirão, rúcula, berinjela, cenoura e outros hortifrutigranjeiros, dão a escola um colorido todo especial.

Dia desses, o prefeito Cido Ferrari foi presenteado com uma cesta de verduras fresquinhas cultivadas pelos professores, estudantes e voluntários da Escola Helena Borsetti. “Agradecemos e parabenizamos as escolas que vem cultivando a horta, pois sabemos o quanto esse trabalho contribui com a educação das crianças e ainda ajuda a tornar a merenda ainda mais nutritiva”, disse o prefeito.

Em consonância a esta iniciativa, o vereador Paulo Augusto Bernardi apresentou o Projeto de Lei Nº 0107-2021 – aprovado pela Câmara Municipal – que cria o Programa “Horta nas Escolas – Educar para a sustentabilidade”, com o objetivo de desenvolver ações para institucionalizar a instalação e manutenção de hortas nas dependências das escolas municipais.

De acordo com a diretora Milena Ferreira o projeto pedagógico “Horta na Escola” de São Lourenço do Turvo existe desde 2006. Tendo sido descontinuado de 2017 à 2020, foi retomado neste ano de 2022 e propõe aos estudantes o planejamento de todo processo de cultivo necessário para uma horta sem agrotóxicos. “Os alunos participam desde o preparo da terra, até o plantio, o cultivo, a colheita e posteriormente a introdução na merenda escolar ou comercialização e doações dos produtos”, explica a diretora.

Ainda conforme Milena, o principal objetivo da “Horta na Escola” é o incentivo a mudança de hábitos alimentares mais saudáveis e de consumo consciente.
Outro ponto muito significativo do projeto, é o vínculo que se estabelece entre a Escola e Família.

Neste ano de 2022, várias entidades e órgãos da Prefeitura receberam as colheitas da horta: a EMEI Profª Zulmira Prandi Grogolli; o Posto de Saúde de São Lourenço do Turvo; o Lar São Vicente de Paulo; a Secretaria de Educação e Cultura, etc. Todo dinheiro arrecadado com as vendas é utilizado para compra de equipamentos e mudas, que mantém a horta.

Da mesma forma, a EMEF Prefeito Celso de Barros Perche (CAJU) também desenvolve um projeto voltado ao cultivo de horta comunitária, nomeado “Aqui se planta, aqui se colhe”. Com atividades pedagógicas, junto as crianças, utiliza a horta como fio condutor no processo de aprendizagem.

Para a diretora do Departamento de Educação, Claudionice Bellintani,”o cultivo da horta faz com que o estudante construa o conhecimento sobre a importância da alimentação saudável, além de ampliar seu repertório de palavras e estimular a convivência e o trabalho em grupo”, conclui.

Compartilhe
Notícias Relacionadas

Vagas PAT Matão

16/04/2024 1) MECÂNICO DE MANUTENÇÃO CURRÍCULO PARA: financeiro@cardimix.com.br ESCOLARIDADE NÃO...

Acesso Rápido

Abrir bate-papo
Escanear o código
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?