Live de Corpus Christi resgata histórias, coloridos, emoções e memórias

Live de Corpus Christi resgata histórias, coloridos, emoções e memórias



A 73ª edição do Corpus Christi em Matão, foi celebrada com uma live de memórias fotográficas e de história oral, organizadas por diversas secretarias da Prefeitura de Matão. A ideia foi reunir na Casa da Cultura “Prefeito Armando Bambozzi”: artistas, representantes de pastorais da Igreja Católica, personalidades históricas da comunidade matonense e membros do executivo e legislativo, que sempre tiveram vínculos com a realização da Festa de Corpus Christi. Todos puderam contar suas histórias e assim relembrar edições passadas, que deixaram saudade, já que neste ano os tapetes não puderam ser confeccionados nas ruas do Centro da cidade. O tradicional encontro entre milhares de pessoas, não pôde acontecer pelo segundo ano consecutivo.

“Agradecemos a todos os servidores envolvidos e participantes que não mediram esforços para fazer desta edição, uma experiência tão especial quanto as anteriores. A imprensa de Matão retransmitiu a live, a igreja católica – de maneira organizada e segura – se dispôs a fazer os tapetes, que foram uma surpresa à nossa população, e principalmente as famílias, que de suas casas nos ajudaram a contar esta linda história com mais de 7 décadas. A ideia do prefeito Adauto Scardoelli em fazer este dia especial só foi possível graças a dedicação de muitas pessoas e temos a certeza que, da experiência deste ano, vão surgir novas ideias para o ano que vem”, disse o prefeito em exercício Aparecido Ferrari.

Com o rico material de fotografias enviadas pela população de Matão e por moradores de outras cidades, que já estiveram no município visitando a festa, a live teve seu conteúdo apresentado pelo diretor de Cultura Juliano Jacopini e pela diretora de Difusão Cultural, Simone Marcondes. As intérpretes Lucilene Prado e Maria Cecilia Raymundo, fizeram a tradução da Língua Brasileira de Sinais (Libras) aos expectadores.

Com a montagem do altar, na frente de suas casas, o matonense mostrou que esta tradição cultural e religiosa está presente em seu “DNA”, ou seja, na sua identidade cultural, como uma tradição familiar, que atravessa gerações. Em todos os bairros, a criatividade e a paixão por essa data tão simbólica, resultaram em casas decoradas pelos moradores que aguardavam a passagem do ‘Santíssimo’ pelas ruas, na carreata dos Padres, em todos os bairros de Matão. Materiais como serragem, areia e flores, relembraram o início das decorações dos tapetes da ‘Terra da Saudade’.

Este “novo” Corpus Christi, também foi celebrado através de um colorido especial. Na madrugada de quinta-feira (03), nove Igrejas da comunidade católica confeccionaram seus tapetes, à frente das entradas das paróquias. Moldes de desenhos e várias cores de dolomita, foram disponibilizados pelo Departamento de Cultura para cada uma das instituições religiosas, sendo elas: paróquia Senhor Bom Jesus (Matriz), paróquia Divino Espirito Santo, paróquia Santa Cruz, paróquia de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, capela Santa Rosa de Lima, paróquia de Santo Expedito, paróquia São Lourenço (Distrito de São Lourenço do Turvo), paróquia de São Sebastião e paróquia Santa Luzia. A programação da Igreja católica também contou com celebrações e carreatas com o santíssimo.

Acompanhe a live completa em: https://bit.ly/3uLMbHS ou https://bit.ly/34KVIo0

Compartilhe
Notícias Relacionadas

Vagas PAT Matão –

(16) 3382-6550️ Vagas PAT Matão – 1) ASSESSOR DE ATENDIMENTO...

Acesso Rápido

Abrir bate-papo
Escanear o código
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?