Prefeitura de Matão conveniada ao Banco do Povo disponibiliza linha de crédito

Prefeitura de Matão conveniada ao Banco do Povo disponibiliza linha de crédito

A partir de um convênio com a Prefeitura de Matão, o Banco do Povo disponibiliza duas linhas de crédito: especial e emergencial, para o micro e pequeno empresário, bem como ao empreendedor individual (autônomo). Setores considerados ‘vulneráveis’, como bares e restaurantes, turismo e hotelaria, academias, etc., podem conseguir empréstimos com taxas de juros que variam de 0,0% até 0,35%. Outras áreas, recorrem ao crédito especial e os juros vão de 0,35% até 0,55%.

Conforme disse o prefeito Cido Ferrari, “quem trabalha como autônomo ou tem pequenos negócios, está sobrevivendo com dificuldades nesta pandemia, tendo que pagar suas dívidas e continuar prestando seus serviços e a produzir ou vender seus produtos num cenário que está cada vez mais complicado”.

Neste sentido o Secretário de Planejamento e Desenvolvimento Econômico, Luiz Gonzaga Bussola, completou: “por isso, o convênio com o Banco do Povo deve ajudar esses cidadãos matonenses, que merecem respeito e consideração, pois são importantes para a economia do município, já que aqui produzem, consomem e pagam seus impostos”.

Um dos critérios de aprovação do empréstimo é a pessoa interessada ter feito os cursos, realizados pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), nomeados: Empreenda Rápido ou Empreenda Mulher. Ambos com duração de 4 dias, em formato online, possuem certificado de conclusão. As inscrições podem ser feitas no site www.empreendarapido.sp.gov.br

De acordo com o diretor de Política de Desenvolvimento Econômico, Vitor Aoki Raymundo, “a aprovação do crédito depende também da avaliação das documentações e histórico do faturamento das microempresas ou dos serviços autônomos, previamente organizadas e analisadas aqui em Matão e enviadas ao Banco do Povo, em São Paulo, capital”, explica Vítor.

A negativação do nome ou da empresa no Cadastro Informativo de Créditos não Quitados do Setor Público Federal (CADIN) ou Centralização de Serviços dos Bancos (SERASA), também impede o crédito no Banco do Povo.

Existem duas formas para usar o recurso: uma como ‘capital de giro’, na divulgação publicitária e compra de mercadorias e matéria prima para ampliação da oferta dos produtos e a outra como ‘investimento fixo’, para a compra de máquinas, utensílios, ferramentas e outros equipamentos.

Os empréstimos podem ser solicitados em www.bancodopovo.sp.gov.br. Para quem não tem “firma aberta” varia de R$ 200 reais até 15 mil. E para microempresas com Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ), pode chegar até R$ 20 mil, ambos com carência de dois meses e prazo para pagamento de até 36 meses.

Os interessados podem procurar a Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Econômico, na Avenida 28 de Agosto, nº 651, no Centro de Matão, em horário comercial ou através do WhatsApp 9-9194-7912.

Compartilhe
Notícias Relacionadas

Confira as vagas do PAT

• Vendedor externo E-mail: rh@invistanet.com.br Com experiência 1 vaga •...

Acesso Rápido