Prefeitura realiza ‘Operação Conjunta’ de fiscalização contra a Covid-19 durante a Campanha ‘AglomeraNão’

Prefeitura realiza ‘Operação Conjunta’ de fiscalização contra a Covid-19 durante a Campanha ‘AglomeraNão’

Dando continuidade a Campanha ‘AglomeraNão’, a Prefeitura, através da Secretaria de Administração, Fazenda e Controle Interno – Departamento de Tributos, realizou no fim de semana, nos dias 28, 29 e 30 de maio, a ‘Operação Conjunta’, entre a Polícia Militar (PM) e os setores de Fiscalização de Posturas, Vigilância Sanitária, Guarda Civil Municipal (GCM) e Agentes de Trânsito.

Esta ação atendeu as denúncias recorrentes, em pontos suspeitos de aglomerações nas seguintes Avenidas de Matão: Baldan; Padre Nelson; Francisco Mastropietro; Trolesi, no Parque Mônaco; Ludwig Eckes e Prefeito Laerte José Tarallo Mendes. As equipes de fiscalização foram ainda até endereços da Rua Ivan Mingossi, no Parque dos Ipês; no Distrito Industrial de Silvânia; na Via Augusto Bambozzi; em Praças municipais e no lago do Parque Ecológico. Além disso, percorreram o Distrito de São Lourenço do Turvo; Chácaras; áreas de lazer; Clube Hípico e bairros adjacentes.

“Vamos continuar intensificando a fiscalização, inclusive durante a semana, e esperamos que essas pessoas que ainda teimam em se aglomerar, coloquem a mão na consciência e considerem que podem se contaminar e levar a doença para os familiares que ficam em casa”, reforçou Aparecido Ferrari, prefeito interino.

“Estamos criando as estratégias para a fiscalização e acompanhando, semanalmente, os resultados da ‘Operação Conjunta’ contra a Covid-19, para mudarmos ou seguirmos com as medidas traçados em nosso plano de ação. Vamos buscar mensurar quais maneiras têm maior poder de dispersar, coibir e consequentemente diminuir a propagação do coronavírus”, avaliou Willian Di Gaetano Bassi, Secretário de Administração, Fazenda e Controle Interno.

As ações da Campanha ‘AglomeraNão’ são orientadas também pela Secretaria de Saúde que alerta sobre os riscos de contaminação, escassez de vacinas, falta de leitos hospitalares, insuficiência de medicamentos para todos, a internação e até a morte. “Esperamos que a Campanha ‘AglomeraNão e as ações da fiscalização façam diminuir o índice de pessoas infectadas nos próximos dias, mas ainda temos que insistir para que essas pessoas mudem o comportamento e passem a usar máscara e não se aglomerem, principalmente por que até agora não recebemos vacinas para toda população”, salientou o Secretário de Saúde, Ademir de Souza.

As denúncias podem ser feitas através dos ‘Disque denúncia’ 153 e 190.

Compartilhe
Notícias Relacionadas

Vagas PAT Matão –

(16) 3382-6550️ Vagas PAT Matão – 1) ASSESSOR DE ATENDIMENTO...

Acesso Rápido

Abrir bate-papo
Escanear o código
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?