Prefeito Cido Ferrari assina ordem de serviço para a construção do CEC

Prefeito Cido Ferrari assina ordem de serviço para a construção do CEC

Com investimento de R$13 milhões, obras do Centro de Educação Complementar representam o sonho dos matonenses sendo concretizado e têm previsão de entrega para até o final de 2024.

Na tarde de terça-feira (03/10), no Gabinete da Prefeitura, foi realizada uma coletiva de imprensa, onde o prefeito Cido Ferrari e o representante da Construtora Maxfox LTDA, José Augusto, assinaram a ordem de serviço, que dá início as obras do CEC. O evento reuniu representantes de todos os veículos de comunicação do município, bem como autoridades e servidores.

Quem trafega pela Avenida Laert José Tarallo Mendes, divisa entre o Centro e o jardim Pereira, já consegue vislumbrar o início das movimentações de profissionais da construção civil, que se preparam para conduzir equipes de mestres de obras, arquitetos, pedreiros, paisagistas, eletricistas, imbuídos da retomada das obras do CEC.

“Estamos felizes com essa conquista em poder retomar as obras do CEC porque reconhecemos a importância que esse grandioso projeto tem para o desenvolvimento da Educação e Cultura do município, já que o espaço servirá para a prática das atividades de ‘Educação Complementar’, onde crianças e jovens vão poder apresentar suas produções artísticas, além de assistirem apresentações de artistas da nossa querida Matão”, considerou o prefeito Cido Ferrari.

O prédio do CEC contará com um espaço amplo de convivência, localizado à frente de várias salas, inclusive de uma biblioteca, onde serão desenvolvidas formações complementares para estudantes e professores, oficinas de dança, música, informática, bem como apresentações de produções artísticas e culturais, entre outras atividades. Planeja-se que toda estrutura do CEC seja entregue até o final de 2024, sendo que recursos estão sendo buscados, junto ao Governo Federal, para a construção também de um teatro, cuja estrutura já está prevista no projeto.

Conforme avaliou o secretário de Administração e Finanças, Willian Di Gaetano Bassi, “a retomada da construção do CEC faz parte de uma série de finalizações de obras que estavam paradas, que foram descontinuadas em anos anteriores, como por exemplo os dois Postos de Saúde, do bairro Las Lomas e São Judas Tadeu, a quadra esportiva do bairro Bom Retiro, a finalização da Delegacia de Defesa da Mulher e a Casa dos Conselhos”.

Além do balanço a respeito das realizações do atual governo, a coletiva de imprensa foi marcada pela emoção da equipe gestora ao contar as diversas histórias que explicam o projeto do CEC, desde a fase embrionária, em 2010, passando pela descontinuidade da obra, até agora, fase de retomada.

“Registramos que se trata se um dos grandes sonhos do ex-prefeito Adauto, que aliás, esse era seu perfil, pois deu sequência ao plano do anel viário de Matão, construção de viadutos e vias de acesso, projetos inciados em governos anteriores, e que fez questão de finalizar. Por isso reforçamos que o CEC é um projeto para o município e, independente do governo que assumir a Prefeitura, esse deve finalizar o teatro”, analisou Ademir.

Desde 2021, o atual governo tem trabalhado, na busca por recursos, para a retomada das obras do CEC. Nesse ínterim transcorreu um processo de revisão do projeto – onde uma empresa especializada conferiu toda estrutura construída até o momento, para mensurar as necessárias adequações a serem realizadas, inclusive na parte elétrica, hidráulica, engenharia civil e acessibilidades – e, posteriormente abriu licitação para contração da empresa que deverá efetivar a construção.
Acesse as maquetes e todas as etapas do projeto no site da Prefeitura, https://www.matao.sp.gov.br/licitacoes/edital-concorrencia-publica-n-o-018-2023/

Conforme relembrou o secretário de Educação e Cultura, Alexandre Luiz Martins de Freitas, “o CEC é um sonho de muitas pessoas inspirado pelo saudoso ex-prefeito Adauto Scardoelli. Em 2010 ele imaginou criar um lugar que oferecesse a todos oportunidades de educação complementar, de modo que cada estudante pudesse ter a oportunidade de apresentar seus trabalhos artísticos e culturais, iniciados na sala de aula convencional, bem como acessar obras e espetáculos de artistas locais”.

Alexandre explicou ainda que as ideias de um ‘Plano de Ação’ para o CEC constam no Projeto Político Pedagógico do município (PPP), e devem atrelar-se a orientação de documentos normativos, que definem o conjunto orgânico e progressivo de aprendizagens essenciais, em conformidade com o Plano Nacional de Educação (PNE), sejam a Base Nacional Comum Curricular e o Currículo Paulista.

“Ao longo de cerca 30 anos conseguimos desenvolver no setor de educação municipal uma metodologia que visa respeitar as vocações dos estudantes, incluindo espaços de produção de arte e cultura, substituindo às antigas oficinas de mecânica, em consonância com ‘Diretrizes’ modernas de aprendizagens. O CEC representa a continuidade irreversível desse avanço em Matão”, avaliou o secretário de Educação e Cultura, Alexandre.

Em síntese a Educação Complementar se pauta nos referenciais citados e deve ocorrer por meio de atividades lúdicas, com ampliação de tempos, espaços e oportunidades de aprendizagem, que visam ampliar a formação do aluno, nos aspectos humanos, a partir do desenvolvimento de várias habilidades e competências, entre elas a de se expressar bem, ter repertório cultural, se comunicar com argumentação, entre outras.

De acordo com o diretor de Cultura, Juliano Jacopini, “as atividades do projeto ‘Pequeno Cidadão’, que tem viés socioeducativo, também serão realizadas no CEC, em formato de ateliês criativos e multidisciplinares. O CEC abrangerá todas as linguagens artísticas e atuará diretamente na formação global do cidadão matonense, a partir da experiência artística em todas as suas manifestações”.

Compartilhe
Notícias Relacionadas

Vagas PAT Matão –

(16) 3382-6550️ Vagas PAT Matão – 1) ASSESSOR DE ATENDIMENTO...

Acesso Rápido

Abrir bate-papo
Escanear o código
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?