Prefeitura faz balanço dos primeiros 100 dias de governo

Prefeitura faz balanço dos primeiros 100 dias de governo

Desde o processo de transição iniciado em dezembro de 2020, o prefeito Adauto Scardoelli percebeu que os números apresentados indicavam que a situação financeira estava fora de controle e era visível que os serviços públicos estavam inoperantes. Para citar alguns exemplos: mato alto; tapa buracos parado desde setembro do ano passado; cemitério em péssimo estado, com 270 sepulturas abertas; falta de medicamentos e médicos nas unidades de saúde.

Após fazer um levantamento dos contratos e renegociar dívidas com fornecedores, já nos primeiros dias de gestão, foi possível viabilizar a continuidade dos serviços essenciais, mesmo sem condições de pagamento total às empresas contratadas. “Quando assumimos, vimos que o quadro era ainda mais grave e exigia tomada de decisões rápidas e certeiras, para colocarmos a casa em ordem e, ao mesmo tempo, começarmos as ações para cuidar da cidade e resolver os problemas”.

No final do mês de março a situação se agravou ainda mais com a necessidade imediata de quitar uma grande dívida de precatórios, que estava atrasada. “No momento em que estamos renegociando as dívidas com fornecedores, tivemos que pagar mais de R$ 11 milhões que não estavam previstos. No dia 30 de março, somente em precatórios, foram R$ 7,5 milhões que pagamos para evitar o bloqueio judicial das contas da Prefeitura”, relata Adauto.

Comparando a administração pública com a iniciava privada, Adauto descreve o cenário preocupante. “Após um levantamento minucioso, que será apresentado em breve para a população, o diagnóstico que chegamos é de que a Prefeitura de Matão está falida. Isso mesmo, se compararmos com uma empresa, posso dizer, literalmente, que hoje ela está falida, infelizmente”.

Mas, mesmo com as dificuldades enfrentadas, houve mudança no panorama da cidade, avanço já observado pelos matonenses. “O povo percebe que tomamos as rédeas da situação: retomamos os serviços de manutenção e zeladoria; iniciamos projetos de médio e longo prazo, como o Mais Médicos; organizamos as licitações de novas unidades de saúde; estamos, junto a sociedade matonense, buscando a solução para a merenda escolar; entre outras ações que estão colocando a administração pública municipal nos trilhos”.

Prestação de contas

Para fechar o diagnóstico e o plano ação do seu governo, o prefeito Adauto Scardoelli pediu aos secretários que nos próximos 30 dias intensifiquem os trabalhos, para que em maio, seja possível divulgar um balanço e um planejamento de ações que serão executadas a curto prazo, até o final de 2021.

Contudo, o prefeito mostra-se seguro e otimista, quanto a melhoria da situação. “A situação é difícil sim, mas já tínhamos ideia do que íamos encontrar quando aceitei o desafio de ser candidato a prefeito de Matão. É verdade que a situação está muito pior do que imaginávamos, mas, eu confio na minha equipe, que é experiente e preparada. Com muita responsabilidade e trabalho, tenho certeza de que vamos buscar as soluções, inovadoras e permanentes, para fazer mais e melhor para nossa querida Matão”.

Compartilhe
Notícias Relacionadas

Vagas PAT Matão

16/04/2024 1) MECÂNICO DE MANUTENÇÃO CURRÍCULO PARA: financeiro@cardimix.com.br ESCOLARIDADE NÃO...

Acesso Rápido

Abrir bate-papo
Escanear o código
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?